Matéria

Perigos da desidratação

Bruno Brown – Nutricionista – CRN 09101026

A hidratação é um fator importante na vida de qualquer ser humano, principalmente de praticantes de atividades física e atletas. Em qualquer esporte devemos prestar atenção à hidratação, pois ela tem ligação direta com a performance.
Em esportes de luta uma técnica muito utilizada em perda de peso para pesagem de uma competição é a desidratação, onde diuréticos (medicamento poderoso que pode acarretar diversos efeitos colaterais como tontura,fraqueza,câimbras e até problemas cardíacos) são usados sem controle algum. Em alguns esportes onde a pesagem é feita em um dia diferente da competição torna-se mais fácil uma reposição desse peso (água e eletrólitos). Em oposição, no Jiu-Jitsu, por exemplo,a pesagem é feita minutos antes de uma competição,o que faz com que essa técnica fique ainda mais perigosa visto que não há como reidratar com totalidade e ter alto desempenho em 5 ou 10 minutos.

Mesmo os atletas condicionados fisicamente para aguentarem boa parte do ritmo de luta em condições normais, se praticantes desta técnica, acabam prejudicando seu rendimento pois na desidratação não perdemos só água, perdemos também minerais como sódio e potássio, importantes nas contrações musculares durante qualquer atividade. Com isto,atletas que se preparam meses para uma competição podem acabar perdendo na hora grande parte do rendimento por ocorrência de câimbras e total fadiga com extrema facilidade.



Em todos os esportes existem mitos e rituais que já vêm de muitos anos atrás,muito antes da nutrição ganhar espaço no esporte e o objetivo dos profissionais da área não é por fim a isto. Profissionais da área preocupam-se sim em tentar diminuir isso e aumentar o máximo possível o rendimento do atleta. Então o que devemos fazer? Podemos sim continuar tentando desidratar uma pequena quantidade quando for necessário e viável e para que essa perda de peso não tenha que ser brutal o ideal é que seja usado uma técnica mais simples e saudável : CONTROLE DE PESO. Se o atleta planejar perder aquele peso com uma boa antecedência, esse peso pode ser controlado através da própria dieta.

Atletas de ponta sempre estão pensando em longo prazo no esporte e pequenos detalhes e segundos a mais de “gás” podem trazer um titulo. Hoje em dia até mesmo o fisiculturismo, famoso pelas mudanças drásticas de corpo comparando a época de pré competição e a de pós competição, já não utiliza tanto essa técnica de perder muito peso. A maioria dos atletas já mantém certo percentual de gordura durante o ano todo para, em véspera de competição dar apenas aquela “enxugada” não mais tão brutal como era antigamente. Então sempre elabore junto com a sua equipe suas metas em longo prazo para competições lembrando que a hidratação e os minerais são peças fundamentais pra alta performance de um atleta. E lembre-se: beba água sempre, independente de sede. A sede é um sinalizador que seu corpo necessita dessa substância, e o ideal é que você nem espere por esta sinalização!



« Voltar para matérias