Matéria

Conhecendo a Beta-alanina

Bruno Brown – Nutricionista – CRN 09101026

O que é?
Uma substância bem interessante que está começando a ficar popular na área de suplementação aqui no Brasil, a Beta-Alanina já vem sendo estudada durante algum tempo e com resultados muito promissores. A Beta-Alanina é um aminoácido não-essencial, ou seja, esse aminoácido já é sintetizado pelo nosso organismo. Então por que suplementar? As dosagens que sintetizamos podem não ser ideais para a prática de exercícios mais intensos, onde a falta desse aminoácido durante a atividade física pode ser um fato limitante para a queda de performance.

Como funciona e seus possíveis benefícios
Junto com outro aminoácido chamado L-histidina, tem-se a formação da Carnosina, essa sim é a substância que em um estoque maior parece estar ligada ao aumento da performance. A Carnosina está presente no músculo esquelético e tem uma função importante no tamponamento ácido-básico nesse tecido, a redução do PH dentro do músculo durante o exercício físico é um dos motivos para a fadiga muscular, então com a concentração de Carnosina elevada nos músculos se teria uma maior efetividade desse tamponamento induzindo uma melhora do desempenho no exercício.
Sua fama começou a aparecer por causa da febre dos suplementos “Pre Workout”, onde praticamente todos os produtos dessa linha possuem a Beta-alanina em sua composição. A Beta-alanina é a responsável por aquela sensação de coceira que muitos sentem durante a ingestão desses suplementos, essa coceira é conhecida como Parestesia, que é apenas a ligação da Beta-Alanina com alguns neurônios sensoriais da pele e não apresenta nenhum risco à saúde. Uma dica para quem se incomoda muito com essa sensação é fracionar a dosagem ao longo do dia.



Dosagem
A dosagem de 3 a 6mg/dia parece ser suficiente para o aumento intramuscular da Carnosina, na maioria dos estudos publicados.

Combinação com outros suplementos
Alguns estudos também encontraram bons resultados de aumento de performance e de ganho de massa muscular com a utilização da Beta-Alanina em conjunto com a Creatina, porém nem todos os trabalhos mostraram resultados benéficos, ainda assim podem ser uma opção de suplementação.

Venda e regulamentação
Esse aminoácido já possui venda regulamentada no país pela ANVISA, então você pode encontrar suplementos com essa substância isolada ou misturada com outros nutrientes. Também tem a opção de manipular essa aminoácido através de uma receita prescrita por um Nutricionista.

Conclusão
Mesmo possuindo alguns estudos inconclusivos sobre essa suplementação, a maioria deles demonstra sim evidências na melhora da performance, retardo da fadiga muscular, aumento de força e massa muscular. Pode ser uma opção interessante de suplementação, procure um Nutricionista para uma orientação mais individualizada.



« Voltar para matérias